sexta-feira, março 17, 2006

KAMBÔ - A VACINA DO SAPO















O sapo verde – phyllomedusa bicolor é a maior espécie do gênero da família Hylidae, que ocorre na Amazônia . Podendo ser encontrado em quase todos países amazônicos, como as Guianas, Venezuela, Colômbia, Peru, Bolívia e Brasil. Principalmente no período das chuvas, sob árvores próximas aos igarapés. Onde coaxam por toda noite, anunciando chuva no dia seguinte. Mas, é na madrugada, que são "colhidos" a fim de retirarem sua secreção cutânea, para fazer a “vacina do sapo”.

Tomar a vacina do sapo é uma prática antiga com fins medicinais, muito difundida entre os povos indígenas do Brasil e do Peru. A finalidade mais procurada é “tirar a panema”, ou seja, afastar a má sorte na caça e com as mulheres.

Existem variações nos rituais e nomes dados ao sapo verde. Na história antiga dos Kaxinawá, o sapo kampu (nome utilizado pelo povo Kaxinawá),era o chefe do “nixi pëi”, bebida preparada com o cipó Banisteriopsis caapi. Já os Katukina, nunca o matam, pois dizem que poderão ser picados por cobra, pois seu veneno é retirado do sapo kambô. Para os Ashaninka, quando o sapo wapapatsi canta perto da casa, o dono tem que apanhá-lo, queimar os pulsos e dormir. Bem cedo, tem de preparar um mingau bem forte e bater nas costas do sapo, para ele soltar o veneno que será passado sobre a pele. Entretanto, o remédio somente terá resultado, se o caçador seguir as regras.

A vacina do sapo é considerada um remédio para muitos males pelas populações tradicionais do vale do Juruá, curando desde amarelão até dores em geral. Hoje, a vacina do sapo é utilizada também por seringueiros e vem sendo aplicada por alguns curandeiros nas cidades de Cruzeiro do Sul/AC e Rio Branco/AC.

O curandeiro guarda a secreção da rã numa espátula de madeira, aplicando pequenas queimaduras na pele com um pedaço de cipó em brasa e depois aplica a secreção nas queimaduras.

O efeito da vacina do sapo é curto, porém muito forte: ”uma forte onda de calor, que sobe pelo corpo até a cabeça. A dilatação dos vasos sanguíneos parece provocar uma circulação mais veloz do sangue, deixando o rosto vermelho e, seguida fica pálido, a pressão baixa, podendo provocar náuseas, vomito e/ou diarréia. Durando cerca de 15 minutos. Sensação desagradável, que aos poucos retorna a normalidade, e a pessoa se sente mais leve, como se tivesse feito uma boa limpeza, causando uma maior disposição”.

Pesquisas científicas vem sendo realizadas sobre as propriedades da secreção de phyllomedusa bicolor desde da década 80 ou antes. As pesquisas revelaram que a secreção de phyllomedusa bicolor contém uma serie de substancias altamente eficazes, sendo as principais a dermorfina e a deltorfina, pertencentes ao grupo dos peptídeos. Estes dois peptídeos eram desconhecidos antes das pesquisas de phyllomedusa bicolor. Dermorfina é um potente analgésico e deltorfina pode ser aplicada no tratamento da Ischemia. (um tipo de falta de circulação sanguínea e falta de oxigênio, que pode causar derrames). As substâncias da secreção do sapo também possuem propriedades antibióticas e de fortalecimento do sistema imunológico e ainda revelaram grande poder no tratamento do mal de Parkinson, aids, câncer, depressão e outras doenças.

Existe uma crescente preocupação dos povos da floresta com o aproveitamento do conhecimento e dos recursos biológicos, que eles utilizam tradicionalmente, por parte de grandes empresas. Esta preocupação foi articulada, entre outros, no II Encontro Interinstitucional dos Povos da Floresta do Vale do Juruá Acreano, em abril/maio 2003. A preocupação com o patenteamento da vacina do sapo foi principalmente instigada com uma matéria do Globo Reporter , exibido em 02/2002. Desde então, representantes indígenas da região solicitam que seja averiguado este caso.

23 comentários:

[Fotógrafo] disse...

Beto, isto é um texto científico!!! Tu é fotógrafo e biólogo?

Marina disse...

Ah... a vacina do sapo!!!
Já disse! Acho que não quero experimentar, não! hehe...
Mas o texto foi muito informativo! Deu prá perceber que pode ser que um dia eu venha a usar de outra maneira.
Beijos!

katiahare disse...

Quero tomar,qualquer pessoa pode tomar???
Kamini

Lua Oliveira disse...

Eu experimentei, e afirmo q os efeitos são relativos. Tive uma sensação de bem estar, e puoco de calor, a força do Kambô é maravilhosa. O ideal é manter-se relaxado e não comer no dia em q se aplica.

Anônimo disse...

Daniel Felix

Bom galera eu tomei esta vacina e foi muito bom para mim e minha esposa, esta vacina não é um mito.
Ela tras a voce uma sensação de limpeza no corpo geral por um bom tempo.Muito boa e muito forte tomaria de novo sem nenhum problema.

Maurílio Oliveira Brandão disse...

Beto, eu procuro uma pessoa de nome João, professor aposentado, que já esteve no Vale do Juruá por algumas vezes com os índios, conhece, valoriza e sabe usar o Kambô muito bem. Nós já estivemos juntos por algumas vezes e usei o Kambô por 3 vezes, aplicado por ele. Infelizmente, perdemos o contato e não consigo mais encontrá-lo, você porventura o conhece e ou pode me dar alguma referência de como encontrá-lo?

alexsandra disse...

Adorei saber!Estou impressionada, não sabia dessa Vacina, muito menos que o veneno do sapo poderia ser tão benéfico ao ser humano. Legal a forma como é aplicada a vacina. Adorooo tudo que vem das florestas, dos índios, dos ensinamentos...de tudo o que é natural!!!

AlexSandra
Goiânia

alessandra disse...

Eu tbm conhecço a Vacina do Sapo Kambô atraves do meu esposo que ja tomou ela,inclusive um dos amigos nosso tomou a vacina e se sentiu muito bem!!!!!

murillogama disse...

meu nome e murillo gama tomo a vacina do kambo de 3 em 3 meses e me curei de uma renite alergica e a mais de 2 anos que eu nao fico gripado e nao tenho nenhum tipo de infecçoes ex. de garganta

chilena disse...

Ontem fiz a aplicação e confesso que tinha medo... mais foi a coisa mais maluca e perfieta que pude fazer recomendo a todos já que hoje acordei com a vida colorida...
Graças ao Padrinho Fernando Dini.Sorocaba-SP

julio disse...

Ola sou de manaus e gostaria de experimentar a vacina do sapo, alguem poderia me ajudar meu email jbandeiracesar@hotmail.com desde de ja agradeço e fico na espera

julio disse...

Ola sou de manaus e gostaria de experimentar a vacina do sapo, alguem poderia me ajudar meu email jbandeiracesar@hotmail.com desde de ja agradeço e fico na espera

viuva disse...

ola sou de piracicaba,ontem estive na cidade de itu para fazer uma aplicaçao do sapo kambo
mais para mim nao resoçlveu
eu preciso para de fumar
para pasar por uma cirurgia
meu filho foi tambem e ele na mesma hora ja partou com o cigaro
gostaria de saber se tem um lugar mais perto da minha cidade
desde ja agradeço

Eduardo disse...

Eu tb moro em piracicaba e quero encontrar um lugar pra tomar a vacina. Preciso muito. pode ser esse lugar de Itu, ou qualquer outro. Alguém, POR FAVOR, me diz onde encontrar? obrigado !!!

email: eduardoprocura@gmail.com

Anônimo disse...

Tem Kambô na Alemdalenda de Pinheiros, em São Paulo.
Feito por 2 pajés;
É mto bom!
Eu tomei e foi o máximo!

Paulo

Rob disse...

Olá, moro no Paraná e gostaria muito de experimentar também. Alguém conhece algum lugar por aqui? Muito obrigado,
Robson

Meu e-mail é: robson_furquim@yahoo.com.br

FERNANDO disse...

eu não tomei ainda por falta de coragem , aqui na minha cidade tem um lugar que aplica ....entre em contato comigo, que eu indico , sou de Mogi das Cr5uzes, Grande São Paulo
nandopetersen@yahoo.com.br

Leila Reis disse...

Já tomei o kambô, e foi uma experiencia muito legal! Estava com muitos traumas por solucionar,e, após tê-lo tomado a limpeza energética que sofrí foi inacreditável!Antes do kambô fiz foto kirlian(foto da aura) e estava toda esburacada que mais parecia uma peneira.No dia seguinte ao kambô,fiz novamente a foto da aura e inacreditávelmente estava totalmente restaurada.Que sapinho milagroso!Ass: Leila Reis

Marcos disse...

Prof.Fernando Dini Neto realiza curas de doenças físicas e espirituais através de seus conhecimentos do SANTO DAIME...que tomando pela primeira vez vai sentindo o sabor amargo e “amarrento”. A pessoa se sente sonolenta e entediado, quando saiu horrorizado do salão, pois começara a ter alucinações. Gritou, perambulou pelo salão, deu muito trabalho e vomitou baldes e mais baldes, viveu incrível processo de loucura.
Voltou outras vezes...Após aquela experiência, percebeu que em todo seu passado havia marcas de grande ignorância e que todos os dias vividos desde então, foram melhor apreciados...
É assim, com riqueza de detalhes, que o Autor, Fernando Dini Neto descreve sua iniciação e vivência com o Santo Daime, em sua obra “Histórias Para Acordar Gente Grande”. Ele faz um convite de reflexão às pessoas, para que despertem para uma nova vida.
Hoje, é conhecido como o “Padrinho Fernando”, o autor é líder do Centro Espiritual “Ceu Sagrado”, em Sorocaba. Com 58 anos, já percorreu o mundo e bebeu de muitas fontes em busca da Verdade. O Santo Daime é oferecido para dar mais alívio na hora da
aplicação do Kambô. Esse

Anônimo disse...

ola,quero experimentar essa vacina,moro em Novo Hamburgo ,Rio Grande do Sul,sabe como consigo ela por aqui?

World Money disse...

Olá pessoal, alguém poderia dizer onde posso comprar esta vacina, ou tem algum lugar que vende pela internet?
no aguardo. e-mail:rabbittrix@hotmail.com

Renata Boni disse...

olá gostaria de algum enedreco para tomar esse vacina eu sou de sp.
renatabboni@hotmail.com

carlos alberto disse...

por gentileza alguem ai de vcs que fiseram essa vacina poderiam me passar o endereço do lugar aonde foram